Advertorial

Cientista: a incontinência urinária na mulher é uma patologia perigosa. No entanto, hoje ela pode ser simplesmente tratada em casa.

Segundo as estatísticas, a incontinência urinária e infecções constantes são diagnosticados em 72% das mulheres com mais de 50 anos (37% nas mulheres com mais de 30 anos). A coisa mais perigosa nessa patologia é que, com o tempo, ela não ira melhorar – haverá cada vez mais “vazamentos”, o que significa que manchas molhadas nas roupas e um cheiro desagradável só se intensificarão.

No entanto, atualmente é possível combater essa patologia naturalmente.

Foi o que o principal pesquisador da Ucrânia, Doutor e Cientista, membro da Academia Russa de Ciências, Professor, Chefe do Departamento de Urologia da Universidade Médica local, revelou em entrevista recentemente.

Dr. Dmitry Pavlovich: "No Brasil, a incontinência ainda está sendo tratada com drogas obsoletas e ineficazes".

– Dmitry Pavlovich, quão perigosa é a incontinência urinária para as mulheres?

De fato, muitas mulheres nem sequer percebem que esta é uma doença complexa e subestimam suas conseqüências. Muitas esperam que, com o tempo, ela desapareça por si só, mas nunca passa.

A incontinência pode destruir não apenas a vida de uma pessoa – por causa dela e do cheiro constante, as mulheres tem diversos problemas e relacionamentos tensos com outras pessoas. A propósito, não é totalmente sem razão. Esse cheiro é desagradável para as pessoas.

Contudo, o principal perigo dessa patologia é que, em um ambiente úmido e quente, a microflora patogênica se propaga rapidamente, e penetra na vagina e se instala na mucosa.

Segundo as estatísticas, após 1-2 meses de “vazamento” regular, uma mulher desenvolve disbacteriose na vagina, após 3-4 meses, colpite crônica ou vaginite. Cerca de um ano depois, as mulheres que sofrem de incontinência urinária (e não recebem tratamento adequado) são diagnosticadas com formações benignas. Além disso, os cistos aparecem em números muito grandes. Uma microflora prejudicada contribui para isso. A qualquer momento, essas formações podem se tornar malignas.

Se a micção espontânea não for tratada, a bexiga deixará de reter completamente a urina e precisará recorrer ao cateterismo. Este procedimento envolve a introdução de um cateter na bexiga, que está conectada a uma bolsa receptora de urina, presa a da perna, e isso é muito desagradável.

De fato, uma mulher que luta contra o vazamento de urina com seus remédios diários habituais (ou não luta) vive com uma bomba-relógio. E sinceramente não entendo por que as mulheres fazem isso.

Agora, existem métodos bastante eficazes de tratar a incontinência urinária. Após 2-3 semanas, você pode conter esse problema e ter uma vida normal.

– Você está falando sobre métodos cirúrgicos agora?

“Claro que não.” Além disso, quero dissuadir todos de tais operações. Incluindo o uso de laser e sling. Apesar da alta velocidade das manipulações (que as clínicas e os médicos desonestos que desejam dinheiro gostam de dizer), essas operações têm muitas consequências negativas para a saúde da mulher, uma vez que levam à estagnação da urina dentro do corpo.

Mas o principal ponto negativo da intervenção cirúrgica é que ela é essencialmente apenas uma solução cosmética para o problema – e trata as conseqüências da doença e não sua causa.

Como motivo da incontinência não é tratado, o problema reaparece no futuro. E muito rápido – entre 1 e 2 anos.

Se você deseja se livrar da incontinência urinária de uma vez por todas, a causa deve ser eliminada! E a causa é uma má função pancreática.

Devido a distúrbios endócrinos, o corpo é bombardeado com glicose e os produtos nocivos da Gliconeogênese (o processo de oxidação da glicose pelo pâncreas). Essas substâncias, quando jogadas em grandes quantidades na urina, eliminam o cálcio e o magnésio, aumentando a elasticidade muscular. Como resultado, os músculos enfraquecem e deixam de conter a urina.

A deterioração da circulação sanguínea nos órgãos pélvicos é a principal razão do enfraquecimento do esfíncter com a idade

– O que você recomendaria para tratar a incontinência urinária agora?

– Existe uma formula européia muito boa chamada Incontini . Ela é projetada especificamente para tratar a raiz do problema e mostra eficácia simplesmente fenomenal. Ele ajuda quase todo mundo!

A formula tem 3 ações importantes.
Em primeiro lugar, ajuda normalizar o pâncreas.

Em segundo lugar, limpa o fluido do corpo dos produtos tóxicos da glicose e glicólise residual.

Em terceiro lugar, restaura as paredes e os músculos da bexiga. Ou seja, fornece todo o complexo de ações necessárias.

Ao mesmo tempo, os vazamentos reduzem rapidamente. Alguns dias após o do uso do Incontini, suas roupas de baixo estarão secas.

Para resultados ainda melhores, como normalizar o pâncreas e fortalecer os músculos do assoalho pélvico e da bexiga, um tratamento por 2 ou 3 meses é com 2 cápsulas por dia é recomendado, isso pode variar de organismo para organismo.

O tratamento é novo e muito eficaz – desenvolvido na Suíça. Os melhores cientistas do mundo participaram de sua criação.

– Dmitry Pavlovich, quanto custa este suplemento e em quais farmácias ele pode ser comprado?

– Infelizmente, ele não está à venda nas farmácias.
Pelo que sei os fornecedores das redes de farmácias barram a distribuição pois como o tratamento é natural e eficaz não traria uma margem de lucro tão grande quanto os tratamentos convencionais. 

O Incontini é um tratamento bastante caro para ser produzido – seu custo normal é inviável para a maioria das pessoas, mas conseguimos obter o apoio de instituições que realmente se preocupam com a saúde das pessoas e com isso conseguimos comprar uma boa quantidade com o preço mais baixo. Isso dá às mulheres brasileiras a oportunidade de obter o INCONTINI COM DESCONTO.

Esta ação durará poucos dias por conta da limitação de produção.

Ou seja, quem desejar o tratamento precisa fazer o seu pedido o quanto antes. Eu recomendo isso a todas as mulheres que sofrem de incontinência urinária.

Após algumas semanas de uso do INCONTINI, você não se lembrará mais desse problema.

A propósito, e novamente sobre a eficácia do suplemento. Realizamos uma pesquisa no site entre os clientes que já experimentaram o INCONTINI. Mais de 2.000 mulheres participaram da pesquisa. A única pergunta Foi: “O INCONTINI ajudou você com o problema de incontinência urinária?”

Resultados da pesquisa:

  • Sim, ajudou com meu problema – 99,3% das entrevistados.
  • Não ajudou em nada – 0,3% dos entrevistados
  • Difícil de responder – 0,4% dos entrevistados

Como você pode ver, o Incontini ajuda quase todo mundo!

– Dmitry Pavlovich, muito obrigado pela entrevista. Talvez você queira algo para nossos leitores?

Desejo-lhe saúde. Você não precisa conviver com estes sintomas! Qualquer patologia é muito mais fácil de tratar nos estágios iniciais. Incluindo incontinência urinária! Seja saudável!

AVISO LEGAL: Disclaimer

Todos os depoimentos neste anúncio são de pessoas reais. Alguns dos clientes apresentados receberam produtos gratuitos para experimentar em troca de seus comentários.

Embora não seja garantido, foram feitos todos os esforços para representar com precisão nossos produtos e seu potencial. De acordo com as diretrizes mais recentes da Anvisa, queremos deixar explicitamente claro que os depoimentos e cartas de clientes que recebemos são resultados excepcionais, não se aplicam ao comprador médio e não têm a intenção de representar ou garantir que alguém alcance o mesmo ou resultados semelhantes. O desempenho geralmente esperado de nossos produtos em relação a qualquer aplicação específica não foi validado cientificamente e não podemos e não faremos promessas em relação aos seus resultados específicos.

O Facebook Não tem relação com nossa empresa ou produtos anunciados, ficando isento de qualquer Responsabilidade. 

O Incontini é aprovado pela Anvisa nos termos da RDC 240 de 26/07/2018, sendo dispensado de registro, pois é avaliado como 100% Seguro para o consumo da população. AVISO: Os resultados podem variar de pessoa para pessoa a fórmula de saúde não garante, que obterá 100% do resultado obtido das pessoas deste artigo. Este produto não se destina a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Esta informação não constitui aconselhamento médico e não deve ser considerada como tal. Consulte o seu médico antes de modificar o seu regime médico regular.

Copyright © 2020 Incontini® – Todos os direitos reservados.

Copyright © 2016 – 2020

Contato: sac@incontini.com

Política de Privacidade | Termos & Condições |  Estudos Clínicos